Bicampeã olímpica do martelo é atração do GP Brasil Caixa de Atletismo

por | maio 23, 2017 | Geral | 0 Comentários

Meeting será disputado no dia 3 de junho na Arena Caixa, em São Bernardo, com entrada livre para o público

 

 

A prova feminina do lançamento do martelo será uma das atrações do Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo, a ser disputado no próximo dia 3 de junho, na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, com entrada livre para o público.

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) confirmou nesta segunda-feira (dia 22) a participação de dois grandes destaques da competição: a polonesa Anita Wlodarczyk, bicampeã olímpica em Londres 2012 e no Rio 2016, e líder do Ranking Mundial da IAAF de 2017, e a norte-americana Gwen Berry, dona da segunda melhor marca do mundo este ano, que venceu neste domingo (21) o Golden Grand Prix Kawasaki, no Japão.

Anita Wlodarczyk, nascida no dia 8 de agosto de 1985, é ainda bicampeã mundial em Pequim 2015 e Berlim 2009, entre muitas outras conquistas.

Ela é, por exemplo, a mais vitoriosa atleta da prova e tem 10 das 10 melhores marcas de toda a história. Na Olimpíada do Rio, havia quebrado o recorde mundial, com 82,29 m para garantir o ouro, mas pouco depois, no dia 28 de agosto, melhorou a marca em Varsóvia, capital da Polônia, para 82,98 m.

Este ano, Anita marcou 79,73 m no dia 6 de maio, em Doha, no Catar, na etapa local da Liga Diamante e assim tem a melhor marca do mundo na temporada.

Já Gwen Berry, nascida a 29 de junho de 1989, que disputou a Olimpíada do Rio, no Engenhão, obteve a 6 de maio último, em Oxford, no Mississippi (Estados Unidos), o seu recorde pessoal, ao lançar o martelo a 76,77 m. A marca lhe garante a segunda colocação no Ranking da IAAF. Neste domingo, venceu em Kawasaki, com 74,13m, demonstrando a boa fase.

A melhor brasileira da prova é a catarinense Mariana Grasielly Marcelino (B3 Atletismo), que este ano quebrou duas vezes o recorde nacional do martelo. A primeira vez no dia 30 de março, em Buenos Aires, na Argentina, com 65,75 m, e depois no dia 6 de maio, em Zagreb, na Croácia, com 66,64 m.

Uma curiosidade. Anita, Gwen e Mariana conseguiram as melhores marcas de 2017 no dia 6 de maio em eventos totalmente diferentes.

As outras brasileiras confirmadas são Anna Paula Magalhães Pereira (Pinheiros), Mveh Viviane Jeane de Dieu Gracielle (Rezende Unimep) e Carla Michel (B3 Atletismo).

“É uma grande alegria o GP Brasil contar com a participação de grandes nomes do nosso esporte e servir de referência para os nossos atletas”, comentou José Antonio Martins Fernandes, o Toninho, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). “E a entrada para público é absolutamente livre”, frisou.

O GP Brasil faz parte do IAAF World Challenge, é organizado pela CBAt, com patrocínio da CAIXA e apoio da Prefeitura de São Bernardo do Campo. Disputado desde 1985, o GP Brasil já teve como sede, além de São Bernardo, também São Paulo, Rio de Janeiro e Belém.

Mais informações no hot site do evento pelo endereço:

http://www.cbat.org.br/competicoes/gp_brasil/2017/default.asp

 
Fonte: ASSESSORIA DE IMPRENSA DA CBAt – Foto: Internet – www.iaaf.org

Previsão do Tempo

Anúncios

advertisement advertisement advertisement advertisement

Notícias em Destaque

As categorias Adventure fazem sucesso e estão com as inscrições quase esgotadas. No lema "quanto pior, melhor", o Transcatarina atende em gênero, número e grau os adeptos desta modalidade do off-road   São quatro grupos que fazem parte da Adventure - uma...

Transcatarina: mais emoção nas categorias Adventure

Transcatarina: mais emoção nas categorias Adventure