Três estados abrem programação dos Acampamentos Regionais de Handebol

por | maio 23, 2017 | Geral | 0 Comentários

Atletas e treinadores estiveram reunidos em Amazonas, Goiás e Rio Grande do Norte para treinamentos práticos e teóricos

 

 

A maratona da nova edição dos Acampamentos Regionais de Desenvolvimento e Melhoria Técnica do Handebol, que passará por todo o Brasil, teve início nesse fim de semana em três capitais: Goiânia (GO), Manaus (AM) e Natal (RN). O projeto de base, responsável por revelar inúmeros talentos que hoje fazem parte das Seleções Brasileiras, já está de olho na geração que vai defender o País nos Jogos Olímpicos de 2024 e 2028, um trabalho em longo prazo e de extrema importância para dar sequência ao crescimento da modalidade.

Durante três dias, 35 atletas das categorias Infantil e Cadete Masculina estiveram concentrados em atividades práticas e teóricas em Natal (RN), assim como da categoria Juvenil Feminina em Goiânia (GO) e Juvenil Masculina em Manaus (AM). Nas práticas, os jogadores passaram por trabalho de aquecimento, ações coordenativas, prevenção de lesão, jogos em espaço reduzido, número menor de jogadores, tomadas de decisão, contra-ataque, retorno defensivo, formação defensiva em 5:1 e construção de ataque contra defesas 5:1 e 6:0.

As atividades em Natal (RN) contaram com a presença do supervisor da Seleção Masculina de Handebol, Cássio Marques, e de treinadores do Estado, que também tiveram a possibilidade de conhecer mais a respeito do padrão seguido pelas Seleções.

“Foi um período muito produtivo. Estavam presentes alguns treinadores convidados pela Federação do Rio Grande do Norte e alguns técnicos que foram por conta própria para aprender. Toda a informação passada foi deixada para os técnicos e está no site da CBHb para quem quiser baixar, também é possível assistir aos vídeos que estão no YouTube”, lembrou Cássio.

Para ele, o início do trabalho rendeu bons frutos e foi importante para a avaliação dos atletas que podem ser chamados para integrar a edição nacional no segundo semestre. Além disso, a ideia é que os acampamentos deste ano e do próximo sirvam como base para a formação das Seleções Juvenil e Júnior de 2019.

“No caso de Natal, onde estive, posso adiantar que avaliação foi bem positiva. Vimos jogadores interessantes. Ainda é difícil definir quantos vão ser chamados para a fase nacional porque precisamos ver o restante do País, mas foi uma experiência muito boa”, adiantou o supervisor.

No Amazonas, a edição Juvenil Masculina contou com 46 atletas e foi acompanhada por Eduardo Telles, como representante da CBHb. Para o presidente da Liga de Handebol do Amazonas, Auricélio Andrade, Pessoa, o período de concentração foi excelente. “O objetivo foi plenamente alcançado em todo o planejamento que havíamos feito. Foram três dias exaustivos, mas bem aproveitados. Conseguimos repassar todo o programa que a Confederação nos passou”, destacou. “Os atletas ficaram hospedados no hotel da Vila Olímpica de Manaus. Isso foi possível por conta de uma parceria que fizemos com a Secretaria Estadual de Esportes. Trabalhamos tudo o que foi pedido e acredito que tivemos uma melhoria técnica significante.”

Auricélio destaca a contribuição do Acampamento para a melhoria técnica de atletas e treinadores. “Esse projeto é muito importante porque além de trabalhar a tática e técnica com os atletas, também estamos trazendo para nossos técnicos uma visão mais moderna do handebol, assim como a CBHb tem trabalhado e buscado disseminar no País”, apontou.

Em Goiás foi a vez de trabalhar com atletas femininas. “Foi um fim de semana de muito trabalho e aprendizado. Contamos com 35 meninas que formaram a Seleção Goiana, e foram dirigidas e avaliadas pelo professor Mateus Arena, de Novo Hamburgo (RS), um dos auxiliares da CBHb neste projeto, que avaliará atletas de todos os Estados brasileiros, buscando lapidar novos talentos para a Seleção Nacional. Todo trabalho foi acompanhado por professores de várias equipes de Goiás, que também aproveitaram o evento para troca de experiência e novos conhecimentos. Que venham os Acampamentos infantil e cadete feminino e infantil, cadete e juvenil masculino”, comentou o presidente da Federação Goiana, Junio Augusto de Souza.

Na próxima semana, o Acampamento terá sequência em Brasília (DF) (Infantil/Cadete Masculino), João Pessoa (PB) (Infantil/Cadete Feminino), Goiânia (GO) novamente (Infantil/Cadete Masculino) e Caçador (SC) (Infantil/Cadete Masculino). Neste ano, ainda serão realizadas atividades em Goiás, Amazonas, Paraíba, Santa Catarina, Piauí, Acre, Maranhão, Sergipe, Rio Grande do Sul, Pará e Alagoas.

Em 2018, o projeto terá sequência em Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, São Paulo e Tocantins. Os Acampamentos Regionais seguem até a metade do mês de agosto e do final de agosto até dezembro serão realizadas as edições nacionais, separadas por categorias.

 

 

Fonte: Photo&Grafia Comunicação – Foto: Divulgação

Previsão do Tempo

Anúncios

advertisement advertisement advertisement advertisement

Notícias em Destaque

As categorias Adventure fazem sucesso e estão com as inscrições quase esgotadas. No lema "quanto pior, melhor", o Transcatarina atende em gênero, número e grau os adeptos desta modalidade do off-road   São quatro grupos que fazem parte da Adventure - uma...

Transcatarina: mais emoção nas categorias Adventure

Transcatarina: mais emoção nas categorias Adventure